Geral

CAÇADOR: Acusado de atirar em radialista de SC é condenado a 11 anos de prisão

Por  | 

O autor dos tiros contra o radialista e locutor André Alves, de Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina, foi condenado a 11 anos, oito meses e sete dias de prisão. A sentença foi determinada em júri popular realizado nesta quarta-feira (29) no Fórum da Comarca de Caçador.

>>>PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS<<<

Ele foi condenado por tentativa de homicídio com as qualificadoras de motivo fútil e recurso que dificultou a defesa para a vítima, além de posse irregular de arma de fogo.

O acusado dos disparos, de 38 anos, está detido desde novembro de 2020 e continuará no Presídio de Caçador onde cumpre a pena em regime fechado.

O comunicador da Rádio Caçanjurê foi vítima de uma tentativa de homicídio no dia 16 de novembro de 2020 quando foi atingido por três tiros, no braço, na virilha e no peito. Ele ficou em estado grave e passou 9 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Além de atingir André, o homem também acertou um tiro de raspão na ex-companheira Neila dos Santos, mas foi absolvido do crime de tentativa de feminicídio. A condenação, neste caso, foi por lesão corporal contra a mulher no ambiente doméstico.

O júri popular teve duração de quase 10 horas. A acusação foi feita pelo promotor Márcio Vieira e a defesa do réu poderá recorrer da decisão, mas ele permanece preso. No júri também foram ouvidas cinco testemunhas de acusação e três de defesa. A sessão foi presidida pela juíza Rafaela Volpato.

 

Inf. ND+

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *