Geral

Projeto Restaura Alto Vale vence Prêmio Fritz Muller

Por  | 

O Restaura Alto Vale, projeto da Associação de Preservação da Vida e do Meio Ambiente (Apremavi) que conta com apoio do apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), foi anunciado como vencedor do Prêmio Fritz Muller 2021 na categoria recuperação de áreas degradadas.

A solenidade de entrega da premiação está prevista para o dia 3 de dezembro, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc). Devido à pandemia, o evento vai cumprir as regras sanitárias respeitando o distanciamento social com capacidade de número de pessoas limitada, uso obrigatório de máscara, e também ocorrerá em formato híbrido com transmissão on-line para os convidados.

O Projeto, executado desde 2018 vem restaurando áreas degradadas da Mata Atlântica através do plantio de mudas nativas, contribuindo com a adequação de propriedades rurais e a conservação de mananciais hídricos e da biodiversidade nas regiões de atuação.

Até junho deste ano o Restaura Alto Vale já havia visitado e planejado ações em 666 propriedades, localizadas em 34 municípios das regiões do Alto e Médio Vale do Itajaí e do Planalto Norte de Santa Catarina tendo restaurado 230 hectares em propriedades particulares e 22,8 hectares em Unidades de Conservação. Ao todo já foram doadas 300 mil mudas.

Para coordenadora do projeto, Edilaine Dick, a conquista traz uma grande satisfação e o reconhecimento do empenho e seriedade do trabalho de toda equipe: “O Restaura Alto Vale é um marco na história da Apremavi, é resultado de um trabalho amplo de parceria e um exemplo para os próximos projetos que serão desenvolvidos”, comenta.

Ela explica que através dessa iniciativa, a Apremavi doa as mudas de árvores nativas e orienta a comunidade sobre as melhores práticas de plantio. Quando necessário, e a depender do tamanho das áreas, são fornecidos também arames para construção de cercas. Em contrapartida, o agricultor realiza o plantio das mudas, faz a manutenção das áreas em restauração e fornece os demais materiais necessários para a construção das cercas.

>>>PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS<<<

O prêmio

Concedido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), o Prêmio Fritz Müller é o principal reconhecimento ambiental do estado de Santa Catarina. Criado na década de 1990 ele visa reconhecer e premiar as empresas e organizações que desenvolvem projetos em prol do meio ambiente no Estado. Esta é a terceira vez que a Apremavi recebe a premiação. A primeira conquista veio em 1996 e a segunda em 2005.

A 22ª Edição do Prêmio, realizada pelo Governo do Estado de Santa Catarina por meio do IMA, com o apoio da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), teve 77 projetos inscritos em 15 categorias diferentes que englobam agricultura sustentável, conservação de insumos como água e energia, controle da poluição, tratamento de efluentes, reciclagem e resíduos sólidos, educação ambiental, gestão ambiental, gestão socioambiental, turismo ecológico, conservação de recursos naturais e da vida silvestre, projetos de pesquisa, produto ecológico, e recuperação de áreas degradadas.
O nome do Prêmio é uma homenagem ao famoso naturalista alemão Johann Friedrich Theodor Müller, que viveu em Santa Catarina por 45 anos. Considerado um revolucionário, estudioso do meio ambiente e precursor da ecologia, Fritz Müller foi aclamado como príncipe dos observadores da natureza.

 

 

Reportagem: Helena Marquardt/Diário do Alto Vale