Geral

ALTO VALE: Edificação da nova torre do Hospital Regional de Rio do Sul, repete desafio de 1979

Por  | 

A construção da nova torre do Hospital Regional Alto Vale, de Rio do Sul, é um desafio igual ao de 1979 quando o prédio atual começou a ser edificado, até entrar em funcionamento há 27 anos. A colocação foi feita pelo presidente da Fusavi (Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí), Osmar Peters, nesta terça-feira (28), durante o lançamento da pedra fundamental. Na oportunidade o deputado estadual Milton Hobus, que presidiu a comissão responsável pelo término da obra a partir de 1989, se comprometeu em destinar R$ 10 milhões de emendas impositivas para 2022 e 2023.
Peters lembrou que o prédio atual tem os mesmos 12,9 mil metros quadrados e os 194 leitos são insuficientes para atender a demanda, já que a população da região é de aproximadamente 300 mil habitantes. “Na época da construção diziam que esse prédio seria um elefante branco e vão me chamar de louco, porque estamos dando o primeiro passo”. O presidente disse que a vida é feita de desafios, citando como exemplo a implantação do serviço de oncologia em 2014. “São 400 quimioterapias mensais e 600 atendimentos de pessoas que precisavam se deslocar a Lages, Blumenau e até mesmo Florianópolis”.
O presidente do Conselho Curador da Fusavi, Giovani Nascimento, lembrou que o hospital é filantrópico, atendendo cerca de 85% pacientes do SUS. “O hospital não é desta diretoria, mas de toda a população da região”. Ele lembrou que diante da necessidade de ampliação em 2016 foi elaborado o plano diretor. Com cerca de 29 mil metros quadrados, a nova torre terá 14 andares, sendo quatro de estacionamento, 120 leitos, salas de cirurgia, UTIs, centro obstétrico, centro de diagnóstico por imagem. “O dinheiro nós vamos atrás”.
Hobus disse que o hospital faz parte da sua vida, lembrando a missão que o então prefeito Nódgi Pellizzetti lhe deu em 1989 de dar continuidade a obra depois de paralisação de sete anos. “Agora precisamos nos unir de novo para construir essa nova ala e para isso já me comprometi com o repasse de R$ 10 milhões de emendas impositivas que tenho direito nos dois próximos anos”. O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, ressaltou que a data de hoje (28) será histórica para a região do Alto Vale do Itajaí. “Temos que unir forças, independente de cor partidária, para que essa nova torre saia do papel”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria de Imprensa