Policial

PLANALTO NORTE: MPSC denuncia 14 integrantes da facção criminosa em Mafra

Por  | 

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) ingressou com ação penal contra 14 pessoas que supostamente integram uma facção criminosa no Planalto Norte do Estado. Entre os denunciados estão os supostos comandante regional e o chefe da facção em Mafra. O grupo criminoso estaria atuando de forma organizada no tráfico de drogas na região.

A ação penal apresentada pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mafra demonstra que os integrantes da organização atuavam de forma coordenada, alimentada pelo pagamento de dízimos e com funções individuais bem definidas, apuradas a partir do material apreendido no cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa de um dos membros desse grupo, em janeiro deste ano.

A partir daí, foi possível identificar as pessoas que seriam, além do chefe local, seu superior regional e seu auxiliar imediato, e os demais integrantes, responsáveis diretos pelo armazenamento, estocagem e venda de drogas ilícitas na região de Mafra. Foi apurado, ainda, que o suposto grupo criminoso atuaria mediante o porte ou posse ilegal de armas e se utilizaria do serviço de adolescentes.

Todos os acusados estão presos preventivamente ou por condenação em outros crimes, com exceção de um que está foragido. Eles foram denunciados, de acordo com a participação individual de cada um deles, pelos crimes de integrar organização criminosa, tráfico de drogas, posse e porte ilegal de arma de fogo.

A denúncia aguarda o recebimento pelo Poder Judiciário. Após o recebimento, os acusados serão considerados réus na ação penal, na qual poderão exercer amplo direito à defesa e ao contraditório.

 

Por assessoria

foto: divulgação

www.jmais.com.br