Geral

SC tem a menor ocupação de leitos de UTI Covid-19 em 10 meses, afirma Fiocruz

Por  | 

Santa Catarina registra a menor ocupação de leitos de UTI Covid-19 em 10 meses e, pela primeira vez desde outubro de 2020, nenhum Estado brasileiro está com mais de 80% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados no SUS (Sistema Único de Saúde). As informações foram divulgadas na quarta-feira (11) pelo Boletim Observatório Covid-19, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Neste sábado (14), a taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 oferecidos pelo SUS em Santa Catarina é de 52,4%, conforme o painel do governo do Estado.

O número faz com que SC esteja fora da zona de alerta, que considera taxas inferiores a 60%. Florianópolis também se encontra fora da zona de alerta, com taxa de 31%.

Segundo os pesquisadores da Fiocruz responsáveis pelo estudo, o país vive o melhor momento para a ocupação de leitos desde que o indicador passou a ser monitorado pelo boletim, em julho do ano passado.

Efeito da vacinação

Na análise desta semana, os pesquisadores destacam que a vacinação tem feito grande diferença para a redução dos casos graves da doença e pedem que o acesso aos imunizantes seja ampliado e acelerado.

“Merece destaque a observação de que o cenário de melhora das taxas de ocupação de leitos de UTI para adultos no SUS já convive, sem prejuízos, com a redução significativa de leitos destinados à Covid-19 em muitos estados e no Distrito Federal”, aponta a pesquisa.

Conforme o estudo, o gerenciamento desse processo, ainda que exija monitoramento cuidadoso da pandemia, “é desejável frente aos desafios postos para o sistema de saúde pelo represamento de demandas por diferentes condições de saúde no decorrer da pandemia”.

ND+