Geral

FRIO: Vinicultores colocam tochas em suas vinhas para evitar congelamento

Por  | 

Os vinicultores geralmente fazem de tudo para manter o fogo longe de suas videiras, mas com temperaturas que podem chegar -9 graus C, os vinicultores não tiveram melhor escolha que colocar centenas de tochas espalhadas por vários hectares para impedir o congelamento das vinhas.

Os produtores de vinho no Val d’Orcia, na Toscana, em Alto Adige, no sul do Tirol e no vizinho Trentino na Italia e também no rio Grande do Sul aqui no Brasil, recorreram aos métodos já testados e comprovados para impedir que suas vinhas congelassem.

Esta técnica é bastante usada há muito tempo por produtores de vinho em todo o mundo para criar movimento de ar, o que impede a formação de bolsas de gelo. Temperaturas abaixo de -1 graus Celsius podem causar sérios danos aos brotos emergentes.

Então as equipes patrulham os vinhedos durante toda a noite, certificando-se de elevar as temperaturas, para pelo menos mitigar os danos.

O efeito visual criado pela iluminação de centenas de tochas em um hectare de vinhedo é impressionante. Mas para os produtores de vinho, o ar quente criado por eles pode significar a diferença entre uma colheita abundante e menos perdas.

As tochas podem elevar a temperatura em cerca de três graus Celsius, o que pode ser crucial durante esse frio excepcionalmente tardio.