Geral

SC: Amigo acusado de matar casal e crianças a facadas no Oeste de SC vira réu após Justiça aceitar denúncia

Por  | 

O homem de 31 anos acusado da morte de um casal e os dois filhos (duas crianças) e por incendiar a residência dessa família em São Domingos, no Oeste catarinense, virou réu após a Justiça aceitar a denúncia contra ele, feita pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A informação foi divulgada na sexta-feira (23). Ainda de acordo com a reportagem do G1, não foi possível contato com a defesa do réu.

As vítimas, um homem de 34 anos, uma mulher de 31, um menino de 11 anos e uma menina de 10, foram encontradas mortas em 8 de maio na casa onde moravam, que foi destruída por um incêndio para tentar esconder o crime. As vítimas foram mortas a facadas. O acusado cumpre prisão preventiva desde 14 de maio.

O agora réu vai responder por quatro homicídios duplamente qualificado, por meio cruel e que dificultou a defesa das vítimas, além de incêndio em casa habitada e destruição de cadáveres. O MPSC também pediu aumento de pena porque as duas crianças tinham menos de 14 anos.

Confissão e investigação

O acusado é amigo da família e confessou o crime ao ser ouvido pela segunda vez pela Polícia Civil. No entanto, segundo os policiais, ele relatou ter sofrido um “‘apagão”‘ e não lembrar o que aconteceu.

“Ele falou desse apagão só agora quando confessou. Antes ele negava. Ele afirma que teria usado cocaína e que, depois de ter feito esse uso, sentou no sofá e só lembra de ter acordado com a faca quebrada, ensanguentada em mãos, e todo mundo morto na residência”, contou o delegado Roberto Marin Fronza, responsável pela investigação.

 

Informações / G1/SC