Esporte

ALTO VALE: Petrolandense é convocada para a Seleção Brasileira

Por  | 

Uma atleta natural de Petrolândia foi convocada para defender a Seleção Brasileira de Futebol Sub-17. Alice Helena Goedert foi descoberta em uma competição regional e neste ano fechou contrato com o Avaí Kindermann, time que foi vice-campeão brasileiro de futebol feminino no ano passado e desde então vem ganhando cada vez mais destaque pelo ótimo desempenho nos gramados.

A jovem de 16 anos foi descoberta pelo técnico de futsal da Fundação Municipal de Desportos de Rio do Sul (FMD), Juliano Perrotti, o China, durante a Copa Cebolão de 2019. Impressionado com o talento da adolescente, o profissional a convidou para jogar em Rio do Sul e a estudante conseguiu uma bolsa no Colégio Dom Bosco. Naquele ano ela jogou a Olesc e Joguinhos Abertos pela capital do Alto Vale e depois acabou assinando contrato com um time de futsal de Joinville.

Em 2021 a atleta migrou para o futebol de campo ao ser contratada pelo Avaí Kindermann. No Brasileirão Feminino Sub-18, a jovem já fez dois gols e é uma das artilheiras do time na competição. Com o desempenho, ela chamou a atenção da técnica da Seleção Feminina Sub-17, Simone Jatobá e foi uma das 25 convocadas para mais um período de preparação.

A nova janela acontecerá entre os dias 26 de julho e 6 de agosto. A primeira metade do treinamento será em Pinheiral, no Rio de Janeiro, de 26 a 30 de julho. Já a segunda acontecerá na Granja Comary, em Teresópolis, também no Rio de Janeiro, de 30 a 6 de agosto. A previsão é de que tenham dois jogos treinos, dias 1 e 5 de agosto. O segundo será contra o Vasco, e o primeiro ainda não foi definido.

Para esta lista, Simone selecionou atletas de clubes como São Paulo, Ferroviária, Fluminense, Minas Brasília, Internacional, Corinthians, Avaí Kindermann, Santos e Toledo/Ouro Verde FC. A listagem traz alguns nomes novos em relação à última, entre eles o da jogadora do Alto Vale. Alice está entre novas atacantes junto com Mirella e Isabelly, as goleiras Fernanda e Mariana, a lateral Érica, as meias Maria Eduarda Calazans, Ana Julia e Manuella que também recebem sua primeira oportunidade com a Amarelinha.

O pai Erison Goedert, diz estar muito emocionado com a conquista da filha. “Desde pequena ela sempre gostou muito de futebol. Jogava aqui em Petrolândia com os meninos porque não tinham meninas para jogar com ela. Depois foi jogar em Ituporanga onde ela se destacou na Copa Cebolão, foi representar Rio do Sul e agora apareceu uma oportunidade de ir para times maiores como Avaí Kindermann. Esperamos que dê tudo certo porque ela é muito focada e determinada nos treinamentos. Se depender dela ela vai corresponder a expectativa”, afirma.

O técnico que descobriu a atleta comenta que ela sempre se destacou em todas as competições que participou. “Ela se destacou em todas as competições e foi convocada para a Seleção. Ela é diferenciada, é muito forte, joga muito bem e tem uma corrida muito forte. Outras características que ela tem é que é uma menina muito humilde e gosta de treinar, então tem tudo para se dar bem na carreira”, ressaltou China.

 

 

Reportagem: Helena Marquardt/Diário do Alto Vale