Geral

SC/OESTE: Maquiadora usa redes sociais para denunciar agressões do namorado 

Por  | 

Uma maquiadora de São Miguel do Oeste, usou as redes sociais para denunciar as agressões físicas e psicológicas que diz ter sofrido do namorado. De acordo com informações divulgadas pelo Portal Peperi, o casal estava junto há um ano e meio e também moravam na mesma residência desde abril deste ano de 2021. O relato da vítima foi publicado nas redes sociais nesta terça-feira (13), ela divulgou vídeos e fotos para mostrar as marcas da violência que sofreu.

Em entrevista ao jornalismo do Portal Peperi, a mulher contou sobre uma agressão sofrida pelo companheiro na última quinta-feira (08), em São Miguel do Oeste. Segundo a vítima, o namorado já a havia agredido e quebrado suas coisas em outras oportunidades, mas só agora ela teve coragem de realizar a denúncia e tornar isso público, para incentivar outras mulheres a denunciarem.

Ela também relatou que em umas das vezes, a agressão foi na frente de outras pessoas e que depois ainda o seu namorado bateu no seu pai, porém sempre falava que ia mudar e ela acabava acreditando, porque queria construir uma família com o homem. A maquiadora também relatou ao Portal Peperi, que o homem tem problema com bebida e quando ingere álcool acaba se tornando agressivo e toda vez acabava batendo nela e desferindo palavrões.

No dia desta agressão, que foi divulgada por ela na sua conta pessoal no Instagram, eles estavam em um motel quando depois de beber, foram para casa e já na residência o homem queria sair para beber mais, porém ela não aceitava, foi quando o rapaz acabou quebrando alguns objetos da residência e logo depois começou a agredir ela com socos na cabeça, chutes e até mesmo tentou sufocá-la.

Andressa disse que se não fossem os vizinhos, que acabaram ouvindo toda a discussão e chamaram a Polícia Militar logo em seguida, ela poderia estar morta. A maquiadora fez o registro do Boletim de Ocorrência.

A reportagem também conversou com a delegada titular da DPCAMI, Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, a Lisiane Junges. De acordo com a delegada, a vítima procurou a delegacia e o suspeito foi identificado, porém até o momento não foi preso. A DPCAMI está investigando as circunstâncias do crime.

O jornalismo da Peperi também ouviu o namorado da vítima, ele relatou que na noite da quinta-feira (08), eles começaram a discutir e a mulher o teria agredido e que ele apenas se defendeu. Ainda conforme o relato do homem, em nenhum momento ele a ameaçou e que um boletim de ocorrência também foi registrado, afinal ele também está, segundo ele, com muitos ferimentos pelo corpo.

O suspeito refutou o relato da vítima ao jornalismo do Portal Peperi, ele afirmou que ela apresentava muitas crises de ciúmes e que por diversas vezes tentou se separar dela. Porém, nunca conseguiu a separação, pois ela pedia para voltar e por ele gostar muito dela, acabava cedendo. Além disso, ele também falou que não quebrou nada da casa, mas que havia sido ela que durante suas crises acabava danificando as coisas.

 

Informações/ClicRDC

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *