Geral

Após receber bilhete da escola, pai de estudante diz que fará “igual ao rapaz de Saudades”

Por  | 

Na manhã desta terça-feira (25), o pai de um estudante da rede municipal de Pinhalzinho foi preso por ameaçar professoras do filho em grupos no Whatsapp. A Polícia Militar encaminhou o homem a delegacia por cautela, após a professora e a diretora da escola realizar a denúncia. O pai do estudante teria ficado irritado, após receber um bilhete da escola do filho por mal comportamento, e enviou áudios de ameaças e xingamentos às professoras e a um colega de classe do estudante. Nas mensagens, o pai mencionava ainda que faria “igual o rapaz de Saudades”.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Pinhalzinho, Jerônimo Marçal Ferreira, o homem teria ingerido bebida alcóolica antes de enviar os áudios e após prestar depoimento nesta terça (25), foi liberado pela Polícia.

“Foi instaurado um Inquérito Civil para apurar melhor as circunstâncias, temos um indicativo de racismos nas mensagens”, explicou Marçal. Caso se confirme o crime de racismo a pena pode ir de 1 a 3 anos de reclusão. Já em caso de apenas crime de ameça, a lei determina detenção de um a seis meses ou multa.

 

SCC10