Geral

Autor do ataque em Saudades é ouvido pela Polícia e delegado não acredita na tese de insanidade mental

Por  | 

Na tarde desta segunda-feira (10), a Polícia Civil interrogou Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, autor da tragédia em Saudades. De acordo com o delegado de polícia Jerônimo Marçal, responsável pelo caso lavrado na Delegacia de Polícia do município vizinho de Pinhalzinho, Fabiano respondeu todas as perguntas realizadas pelos delegados durante o interrogatório, que durou cerca de uma hora.

Além disso, o delegado disse não acreditar na tese de que o autor do crime tenha insanidade mental, entretanto, não pode dar mais detalhes sobre as investigações.

“Tenho convicção que ele não possui insanidade mental, todos os elementos coletados indicam que ele sabia o que estava fazendo e que houve planejamento (…) Estava totalmente consciente dos atos deles. Advogado vai querer sustentar a tese de insanidade mas não ira colar”, afirmou o delegado.

Mais de 20 pessoas já foram ouvidas pela Polícia Civil, contudo, um colega de trabalho de Fabiano e uma funcionária da creche ainda serão escutados. Os delegados aguardam ainda dois laudos, um da creche e um sobre o menino Henryque, que sobreviveu ao ataque. A investigação sobre o caso que tirou a vida de cinco pessoas, sendo três crianças com menos de dois anos, deve ser finalizada até o dia 13 de maio.

Justiça nega exame de sanidade mental para autor da tragédia

A defesa de Fabiano pediu à Justiça um exame para avaliar a sanidade mental do mesmo, mas teve a solicitação negada. O motivo, segundo o advogado do acusado, Kleber dos Passos Jardim, é a situação clínica do jovem.

“O pedido foi indeferido com ressalvas. O Fabiano ainda nem foi ouvido pelo delegado, então não tem como fazer um exame de análise mental. Ele tem que ter condições de falar. Vamos conversar com calma e em outra oportunidade será deferido o exame”, explicou o advogado.

Autor da tragédia em Saudades pode ter alta hospitalar nesta terça-feira

Segundo boletim médico divulgado nesta segunda-feira (10), pelo Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, autor da tragédia em Saudades, pode ter alta médica nesta terça-feira (11), data que completa uma semana da morte de três crianças, uma professora e uma servidora municipal. Outro bebê, de um ano e oito meses que também foi ferido, teve alta hospital neste domingo (9).

Jovem foi autuado em flagrante por 5 homicídios triplamente qualificados

A Polícia Civil de Santa Catarina autuou em flagrante o homem de 18 anos preso pelo assassinato de cinco pessoas, sendo três crianças e duas mulheres, em uma creche na cidade de Saudades, no Oeste catarinense, nesta terça-feira (4).

De acordo com o delegado de polícia Jerônimo Marçal, responsável pelo caso lavrado na Delegacia de Polícia do município vizinho de Pinhalzinho, o preso foi autuado em flagrante por cinco homicídios triplamente qualificados. Além de uma tentativa de homicídio de uma criança, que logo após o crime foi transferida para hospital em Chapecó pela equipe do Helicóptero SAERFron da Polícia Civil.

As qualificadoras dos crimes foram motivo torpe, utilização de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas e a utilização de meio cruel. Com o procedimento lavrado pela Polícia Civil, o homem já se encontra sob a tutela do Departamento de Administração Prisional (Deap/SC) e segue hospitalizado em Chapecó.

 

 

 

Com informações de Juan Todescatt/SCC10