Geral

BR-470 ‘perde’ R$ 120 milhões de orçamento; entenda

Por  | 

Após a aprovação do projeto de lei que autoriza o repasse de verbas estaduais para as obras de duplicação da BR-470, o orçamento da rodovia para este ano está praticamente definido: R$ 312 milhões. Isso se não houver contingenciamento.

Apesar de ser um dos maiores investimentos aplicados na rodovia em um único ano, o valor poderia ser ainda maior não fossem os cortes no Orçamento da União de 2021.

Inicialmente, o montante esperado para a BR-470 em 2021 era de R$ 432 milhões. A informação foi confirmada pelo superintendente do DNIT-SC (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), Ronaldo Carioni Barbosa, durante reunião virtual com lideranças empresariais de Blumenau, em meados de março.

Mesmo com R$120 milhões a menos no orçamento, Carioni continua acreditando na conclusão da duplicação até o fim de 2022.”Temos uma excelente expectativa. Neste ano o nosso foco é entregar obras. O objetivo é fazer com que os motoristas possam desfrutar dos novos trechos e consequentemente ‘mostrar’ ao Governo Federal que, com recursos, podemos fazer”, disse Barbosa.

De acordo com o DNIT-SC, ainda faltam cerca de R$735 milhões para a conclusão das obras de duplicação da rodovia. Desse total, R$ 600 milhões são para construção e R$ 135 milhões para desapropriações.

Confira a origem dos R$ 312 milhões destinados a duplicação da BR-470 neste ano:

  • R$ 56 milhões (previsão do Orçamento da União);
  • R$ 53 milhões (emendas da Bancada Federal Catarinense);
  • R$3 milhões (emenda da Comissão de Infraestrutura, por meio dos senadores Dário Berger e Esperidião Amin);
  • R$ 200 milhões (repasse do governo do Estado).

Interferência política

A bancada parlamentar catarinense, em Brasília, precisou intervir para que a BR-470 não tivesse um corte de recursos ainda maior. O senador Jorginho Mello (PL), com o apoio do Ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas, pediu ao relator Geral do Orçamento 2021, senador Márcio Bittar (MDB), que garantisse mais verbas à rodovia durante o remanejamento dos recursos.

Saiba como está o andamento das obras:

As obras de duplicação no Lote 1, entre Navegantes e Luiz Alves, estão 57% concluídas. Ao todo, foram liberados pouco mais de 5km da rodovia duplicada. A intenção do DNIT-SC é concluir os trabalhos neste trecho no início de 2022.

Lote 2 , entre Ilhota e Gaspar, é o mais avançado. Os trabalhos por lá já estão 83% concluídos. Ao todo foram liberados quase 18km de pista duplicada. A previsão é de a duplicação neste ponto seja completamente finalizada ainda neste ano. Esse trecho é umas das prioridades para este ano, de acordo com o DNIT-SC.

Lote 3, em Blumenau, tem apenas 33% das obras concluídas. Até o momento foram liberados 2,5 km de duplicação, incluindo o Complexo da Mafisa. De acordo com o DNIT-SC, as obras neste trecho estavam lentas por conta da indefinição dos recursos. O foco nesta parte da obra deve ser o trevo do Badenfurt.

No Lote 4, entre Blumenau e Indaial, as obras estão 32% concluídas. As próximas frentes de serviço para este ano no local serão os viadutos do km 67 e do km 72.

 

 

 

JOÃO VICTOR GÓES/ ND+ BLUMENAU