Geral

Reunião organizada pelo prefeito de Ituporanga deve viabilizar a abertura de pelo menos 10 leitos clínicos de COVID para atender pacientes da Região da Cebola

Por  | 

A abertura de leitos clínicos de retaguarda para internação de pacientes COVID. Esse foi o tema da reunião que foi organizada pelo prefeito de Ituporanga Gervásio Maciel na tarde desta segunda-feira, 08.

O encontro foi realizado na Câmara de Vereadores de Ituporanga e contou com a presença dos prefeitos dos demais municípios da Região da Cebola – Vidal Ramos, Imbuia, Leoberto Leal, Chapadão do Lageado, Petrolandia, Aurora, Atalanta- e que tem como referencia de atendimento o Hospital Bom Jesus (HBJ), que já não tem mais conseguido atender toda a demanda de pacientes que necessitam de internação por conta das complicações da CODID-19.

Na região, as cidades de Imbuia, Vidal Ramos e Petrolandia tem hospitais nos municípios e foram cotadas para receber os leitos clínicos de retaguarda. A Fundação Hospitalar de Imbuia foi descartada por conta de uma obra que está sendo realizada no prédio, ficando para uma definição entre Vidal Ramos e Petrolandia.

Ainda na tarde de ontem, o prefeito de Ituporanga e representantes do Hospital Bom Jesus, que deve assumir a equipe médica para possibilitar a abertura dos leitos, fizeram uma visita técnica na Fundação Hospitalar de Petrolandia, que possivelmente deverá abrigar pelo menos 10 leitos clínicos para atendimento.

“Nós acertamos na reunião no final com os demais prefeitos, que vamos adotar um hospital para viabilizar a abertura desses leitos. O Hospital Bom Jesus, vai montar a equipe medica para viabilizar esse atendimento e ficou acertado também que nós prefeitos aqui dos municípios da região da cebola, vamos estar bancando essa equipe médica que vai dar sustentação a esses pacientes que virão aqui para esse hospital de Petrolandia, com no mínimo 10 leitos clínicos, que não são leitos de UTI, mas que vai poder atender e daqui a pouco ampliar mais 10, porque quando a equipe está contratada tanto faz atender 10 ou 20 pacientes, então tem essa facilidade de custo e tudo isso nós vamos ratear”, explicou o prefeito de Ituporanga Gervásio Maciel.

O chefe do executivo de Ituporanga comentou ainda, que a Região da Cebola, está se preparando para atender a população caso a situação continue se agravando. “Nossa população não tem obedecido os regramentos sanitários, estão todos saindo e se aglomerando e em todos os municípios, relatos até dos prefeitos que participaram da reunião, da quantidade de pessoas que tem feito teste, pelo menos metade está positivando, o que é preocupante”, falou.

Próximos passos

Após definição da Fundação Hospitalar de Petrolandia como local para receber os leitos, nesta terça-feira, 09, o HBJ deve fazer o levantamento de custos para viabilizar a equipe médica e apresentar os valores de rateio para aprovação dos prefeitos. Havendo a aprovação pelos gestores, os leitos podem ser ativados ainda nesta semana.

 

Assessoria de Comunicação