Geral

Hospital Bom Jesus de Ituporanga segue com todos os leitos COVID ocupados

Por  | 

O Hospital Bom Jesus (HBJ) mais uma vez chegou à ocupação total de leitos COVID. Ontem, segunda-feira, 01, um paciente teve que aguardar liberação de leito de UTI no Pronto Socorro da unidade hospitalar, e hoje, terça-feira, 02, dois óbitos foram registrados: um masculino de 72 anos, de Brusque e um masculino suspeito de Petrolandia com 85 anos.

De acordo com o administrador Fabiano Amorim, a situação de colapso na estrutura de atendimento no Hospital Bom Jesus acompanha a situação caótica que passa todo o estado de Santa Catarina. “Ontem tinha 228 pessoas que precisavam de vagas de UTI, 16 serão transferidos para o Espírito Santo e 80 pessoas faleceram. Mas inda faltam leitos e infelizmente vai surgindo mais pessoas que precisam de UTI”, comentou.

Outra complicação é que os pacientes COVID acabam deixando os leitos de UTI por muito tempo, ocupados. “Pacientes de UTI, por outras patologias, eles normalmente permanecem em média sete dias internado. Já o paciente COVID ele está ficando no mínimo o dobro desse tempo de 14 a 15 dias, o que diminui a capacidade de atendimento das UTIs”, explicou.

Na tarde desta terça-feira, 02, o HBJ estava com 22 pacientes COVID internados na UTI Geral, UTI COVID e Ala Respiratória. “Em casos de necessidade a unidade hospitalar tem utilizado dois leitos de semi UTI do Pronto Socorro para que pacientes COVID possam aguardar leitos ou transferência. Porem esses pacientes não podem ficar permanentes nesses leitos porque eles podem ser necessários para o atendimento de pacientes em outras situações como vítimas de infarto ou acidente”, esclareceu Fabiano.

Em dezembro, em menos de uma semana nove pacientes chegaram a ser transferidos do Hospital Bom Jesus para outras unidades hospitalares. “Na época o momento da pandemia era diferente, apesar de um pico de casos, havia vagas. Agora, não tem mais vagas em nenhuma região”, finalizou.