Geral

Segunda dose da vacina contra a covid-19 começa a ser aplicada em SC a partir de segunda-feira

Por  | 

A partir de segunda-feira (8) Santa Catarina pode começar a ter os primeiros moradores com 100% de cobertura vacinal contra o coronavírus. Cerca de 20 dias após a aplicação das primeiras doses, nos dias 18 e 19 de janeiro, as primeiras pessoas vacinadas começarão a ser chamadas pelas unidades de saúde para receberem a segunda dose da CoronaVac.

Conforme as normas técnicas divulgadas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (Dive), o intervalo entre as duas doses da CoronaVac deve ser entre duas e quatro semanas. Já para quem receber a vacina da AstraZeneca/Oxford, o intervalo recomendado é de 12 semanas.

Com a necessidade de uma segunda dose em pouco tempo, o governo estadual seguiu as orientações do Ministério da Saúde e guardou metade das doses já recebidas da CoronaVac, para garantir a cobertura completa das pessoas já vacinadas. Na terça-feira (2) o Estado iniciou a distribuição da segunda metade aos municípios, destinada para a aplicação da segunda dose nos profissionais de saúde e idosos residentes em instituições.

Santa Catarina recebeu até o momento um total de 213.140 doses de vacinas contra o novo coronavírus. As doses foram encaminhadas pelo Ministério da Saúde ao estado em três remessas que chegaram nos dias 18, 24 e 25 de janeiro.

Primeira cidade a vacinar em Santa Catarina, Florianópolis já está com as doses prontas para fazer a segunda aplicação. A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde da Capital informou que os estabelecimentos que aplicaram a primeira dose já montaram o cronograma e chamarão as pessoas a serem vacinadas nos próximos dias. A prefeitura de Joinville também já confirmou ter recebido o lote para a segunda dose.

Conforme os dados atualizados da prefeitura de Florianópolis, 9100 moradores já receberam a primeira dose da vacina. Destes, 5351 tomaram a CoronaVac e, nas próximas semanas, estarão aptos para a segunda dose. Em nível estadual, 70,5 mil pessoas já foram vacinadas segundo o balanço mais recente da Dive, divulgado na terça-feira (2).

Por Lucas Paraizo/NSC