Geral

Hospital Regional Alto Vale suspende cirurgias eletivas pelo SUS

Por  | 

As cirurgias eletivas para pacientes do Sistema Único de Saúde no Hospital Regional de Rio do Sul estão suspensas a partir desta sexta-feira (20) pelo período de 15 dias, num primeiro momento. A medida foi tomada durante reunião da direção da Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí e gerência técnica, levando em consideração o aumento no número de casos da COVID-19, doença ocasionada pelo novo coronavírus, que necessitam de internação em enfermaria. Os leitos que vinham sendo usados no 7º andar estão lotados, o que obrigou a transferência de alguns pacientes para o Hospital OASE, de Tímbó.
De acordo como o diretor-técnico do Hospital Regional, médico Marcelo Vier Gambetta, com a desativação da ala que recebia os casos suspeitos e confirmados da doença, a instituição retomou as eletivas que estavam suspensas desde o dia 20 de março. “Agora precisamos reativar os leitos de enfermaria da COVID e isso só será possível com a suspensão destas cirurgias, que terão um reagendamento”. O médico adiantou que dentro de 15 dias será feita uma análise da situação. “Sabemos que as medidas não são agradáveis, mas fazem-se necessárias, e contamos com o entendimento da população”.
Gambetta observou que ao contrário dos meses de julho e agosto, quando ocorreu o pico da pandemia, agora os pacientes internados no Hospital Regional necessitam de enfermaria. “O número de casos tem aumentando consideravelmente nos últimos dias no Alto Vale do Itajaí, principalmente em Rio do Sul”. Na quinta-feira a instituição já havia suspendido por tempo indeterminado a visitas aos pacientes internados nas clínicas cirúrgica e médica, além do Pronto-socorro. Os pais têm direito a visitar os filhos internados nas UTIs pediátrica, neonatal e na de cuidados especiais, das 9h às 21h, durante 30min.

 

 

Orlando Pereira

Imagem ilustrativa