Geral

Parecer sobre impeachment de Moisés será conhecido dia 7 de outubro

Por  | 

Ao encerrar a sessão de instalação do Tribunal Especial de Julgamento, o desembargador Ricardo Roesler, anunciou para o dia 7 de outubro a entrega do parecer do relator, deputado Kennedy Nunes, sorteado hoje no plenário da Assembleia Legislativa.

O magistrado teve uma condução serena, legalista e transparente. Fez a leitura do roteiro previamente elaborado dentro da legislação em vigor.

Ocorreram várias propostas e houve debate sobre diferentes itens. A sessão foi participativa e durou duas horas.

O presidente começou relatando as duas fases do processo:  1-Sorteio do relator, que emitirá parecer até o dia 7 outubro sobre a admissibilidade da denúncia.  Nesta reunião será definida data de julgamento do parecer: sendo rejeitado, o processo será arquivado; se aprovado, será então formalizada a denúncia e afastados o governador e vice;  2- Amplo direito de defesa e uso da palavra ao governador e à vice, com ouvida de 8 testemunhas, diligências  e oitivas.

 

Histórica

No sorteio do relator, foi usada urna histórica toda de vidro, com base de mármore, usada no Tribunal do Juri em Tubarão em 1972. A urna faz parte do acervo do Museu do Poder Judiciário.

O deputado Luiz Fernando Vampiro não entrou no sorteio, porque , pelas normas do roteiro,  já atuou como relator na Comissão Especial.

Foi sorteado, então, o deputado Kennedy Nunes, do PSD, que teve destacada atuação na CPI dos Respiradores e na Comissão Especial.

Jornalista e músico, está no quarto mandato de deputado. Foi vereador em Joinville e tem 50 anos.

Santa Catarina viveu uma reunião inédita e histórica da política e do Judiciário,  como destacou o presidente.

-Que não nos falte a verdadeira causa da Justiça- a paz social – proclamou no inicio e repetiu no encerramento da sessão o desembargador Ricardo Roesler.

 

 

 

Por: Moacir Pereira/ND