Geral

SC tem 27 municípios em estado crítico de abastecimento de água por causa da estiagem

Por  | 

Santa Catarina tem 27 municípios em estado crítico de abastecimento de água por causa da estiagem, divulgou a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável nesta quarta-feira (1º). A maioria fica na região Oeste. O governo recomendou o uso consciente da água. A estiagem já prejudica lavouras, criação de animais e produção de leite.

 

Municípios

As cidades em estado crítico são: Águas Frias, Bocaina do Sul, Campo Belo do Sul, Caxambu do Sul, Chapecó, Concórdia, Correia Pinto, Cunha Porã, Descanso, Dionísio Cerqueira, Entre Rios, Ermo, Fraiburgo, Guatambú, Ipuaçu, Itaiópolis, Jaborá, Jupiá, Palma Sola, Peritiba, Planalto Alegre, São Joaquim, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Saudades, Seara e Turvo.

Desse total, de acordo com boletim feito pela Defesa Civil, decretaram situação de emergência por causa da estiagem os municípios de Caxambu do Sul, Chapecó, Guatambu, Planalto Alegre, Saudades e Seara.

Estão recebendo água por caminhões-pipa os municípios de Águas Frias, Caxambu do Sul, Chapecó, Descanso, Guatambu, Jaborá, Jupiá, Planalto Alegre, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Saudades e Seara.

 

Preocupações

Segundo a secretaria, há previsão de pouca chuva para os próximos 15 dias e, por isso, a situação do nível dos rios deve se agravar. O abastecimento de água preocupa o governo do estado também por causa da prevenção ao novo coronavírus, que requer frequente higienização das mãos.

Outro ponto de inquietação para o estado é a população rural que não é atendida pelas concessionárias, mas por poços, açudes e ribeirões. A secretaria afirmou que o boletim da Defesa Civil, que será lançado a cada 15 dias, e o acompanhamento constante da situação vai ajudar no planejamento de respostas rápidas aos municípios.

Esta semana, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) afirmou que foi necessário realizar ações operacionais para manter o fornecimento de água, principalmente com o aumento de consumo registrado nos últimos dez dias. Entre as medidas estão desassoreamento da captação junto ao Lajeado São José, em Chapecó, transposição de água de açudes e complemento de captação.

 

G1 SC

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *