Geral

CVV cresce 40% em número de voluntários e 20% em endereços em 2019

Por  | 

O ano de 2019 foi marcado como o de maior crescimento em número de voluntários e postos de atendimento de todos os quase 60 anos do CVV. A entidade sem fins-lucrativos, financeira e administrativamente independente, que comemora 58 anos de atividades em março, viu seu quadro de voluntários em atuação crescer em 40% no período, chegando a 4.200 pessoas, a maioria atuando junto a um dos mais de 120 postos de atendimentos em todo o país.

“Creditamos esse aumento histórico à visibilidade que o CVV ganhou nos últimos anos com a expansão do atendimento sem custo de ligação em todo o território nacional, mas, especialmente, ao esforço dos próprios voluntários que se mobilizaram para ampliar esse quadro”, comenta Lorival Marcusso Blanco, presidente do Centro de Valorização da Vida.

O telefone sem custo de ligação a que Lorival se refere é o 188, número concedido pelo Ministério da Saúde como forma de prevenção do suicídio e operado exclusivamente pelo CVV, por meio de recursos e equipe próprios. O CVV inicia o ano com postos de atendimento em todos os estados mais o DF, com exceção somente de três estados: Acre, Mato Grosso do Sul e Roraima. “Iniciamos 2019 com 100 endereços e abrimos outros 20 durante o ano, uma expansão igualmente histórica para nós”, acrescenta Lorival, “e no ritmo que estão os trabalhos, devemos estar presentes em todos os estados ainda nos próximos anos.”

Esse crescimento de equipe foi essencial para que o CVV realizasse 3.160.000 atendimentos em 2019, sendo 94% pelo telefone 188, 4,5% por e-mail, 1% chat e 0,5% pessoalmente ou cartas. “Isso dá uma média de quase 6 atendimentos por minuto. Imaginando que muitos atendimentos duram mais de 30 minutos e que há períodos de picos na procura, especialmente em datas comemorativas e durante o Setembro Amarelo, dar conta dessa procura exigiu bastante dedicação dos voluntários e qualidade da tecnologia implantada que permite o atendimento nacional por qualquer voluntário conectado ao sistema naquele momento”, explica Lorival.

Ainda em 2019, o CVV realizou 2.800.000 de contatos por meio de ações fora dos postos e dos meios de atendimento da entidade. Foram resultados de palestras, cursos gratuitos, grupos de apoio a sobreviventes do suicídio, o programa “Malas Prontas” que levou voluntários a situações de catástrofes, como em Brumadinho/MG e outras ações diretas com a população.

“Somados os 3.160.000 de atendimentos aos 2.800.000 de contatos externos, geramos quase 6 milhões de impactos em 2019,” analisa Lorival. É um número similar à toda população do estado de Goiás ou de Santa Catarina.

Segundo o presidente da instituição, os maiores desafios da organização para este ano continuam sendo a busca por novos voluntários para todas as frentes de trabalho e a arrecadação de doações para custear o funcionamento do sistema digital do 188, formação de voluntários e abertura de postos em novas localidades.

 

Sobre o CVV

O CVV presta serviço voluntário e gratuito de prevenção do suicídio e apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os mais de 3 milhões de atendimentos anuais são realizados por 4.200 voluntários em mais de 120 postos de atendimento pelo telefone 188 (sem custo de ligação),  ou pelo www.cvv.org.br via chat, e-mail ou carta. A entidade realiza também ações presenciais, como palestras, Curso de Escutatória e grupos de apoio a sobreviventes do suicídio – GASS (https://www.cvv.org.br/cvv-comunidade/), frentes essas que geraram 2,8 milhões de contatos em 2019. O CVV é uma entidade financeira e administrativamente independente, mantendo-se por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas – para colaborar, acesse https://www.cvv.org.br/colabore.

Sobre o suicídio

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br

* Dados do Ministério da Saúde

 

Mais informações

cvv.org.br

facebook.com/cvvoficial

instagram.com/cvvoficial/

twitter.com/CVVoficial

 

 

 

LVBA Comunicação