Geral

NOTA DE ESCLARECIMENTO POLÍCIA CIVIL de Rio do Sul

Por  | 

Tendo em vista as recentes FAKE NEWS propagadas nas redes sociais e por meio do aplicativo WhatsApp, esta Divisão vem a público esclarecer que não foram efetuadas novas prisões de investigados (empresários, políticos, etc…) no caso do assassinato da menina Ana Beatriz.

O Inquérito Policial que investigou este crime cruel contou com aproximadamente 300 páginas, colhendo elementos informativos, os quais, juntamente com novos dados captados pelo GAECO, serviram de base para o pedido de prisão dos suspeitos formulado pelo Ministério Público.

Esclarecemos que em momento algum a Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Rio do Sul, “acobertou suspeitos influentes” ou “não deu a atenção devida ao caso”, sendo inverídicas estas informações que circulam na internet. Os policiais que atuaram nesta investigação se dedicaram ao máximo utilizando das ferramentas investigativas que dispunha na época dos fatos.

*Rio do Sul, 26 de Fevereiro de 2020.*