0:00
0:00
sábado, 26 de novembro de 2022

Operação do Gaeco prende suspeito de tráfico de drogas em Rio do Campo

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatApp.

Seis pessoas foram presas preventivamente e nove tiveram prisão temporária cumprida nesta terça-feira (18) durante a Operação Peito de Aço, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que é formado pelo Ministério Público e forças policiais. Também foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão.

A ação aconteceu nas comarcas catarinenses de São Miguel do Oeste, Descanso, Campos Novos, Catanduvas, Cunha Porã, Joaçaba e Rio do Campo, além de cidades do Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

O nome da operação tem relação com um compartimento parte frontal dos caminhões, onde normalmente era escondida a droga.

A ação foi em apoio às 2ª e 4ª Promotorias de Justiça de São Miguel do Oeste, numa investigação que tem por objetivo desarticular uma organização criminosa que utilizava caminhões que transportavam grãos, como milho, para o tráfico de drogas. Os presos são acusados de tráfico, associação para o tráfico, associação criminosa, porte ilegal de armas e munições e lavagem de dinheiro.

Durante as investigações também foram aprendidas 1,5 tonelada de maconha. A droga estava escondida em caminhões que transportavam grãos e tinha origem no Mato Grosso do Sul e tinha como destino Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Também foram apreendidas armas, munições, haxixe e bens, em valores que superam R$ 2 milhões. Anteriormente outras cinco pessoas já tinham sido presas preventivamente.

Além dos grupos regionais do Gaeco em Santa Catarina, houve apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e Polícias Rodoviárias Estadual e Federal de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul.

 

Fonte: NSC

 

Sugestão de Pauta